1º Congresso Lusófono sobre Esoterismo Ocidental
LISBOA | 7 a 10 de Maio de 2016

Simpósio Temático: Estética, simbólica e esoterismo

Coordenação: Francisco de Assis Vale Cavalcante (UFPB), José Carlos de Abreu Amorim (UFPB) e Suelma de Souza Moraes (UFPB)

As manifestações simbólicas e imagéticas que têm um amplo uso no ocidente e ao mesmo tempo foram rejeitadas, utilizam-se de uma larga morfologia, símbolos, sintemas, signos, ícones, emblemas, os mesmos fornecem significação para a construção da realidade que o homem apreende a partir do século XV. Haja vista, que há uma ampla divulgação de tratados alquímicos, cabalistas, herméticos, movimento este que alcança no século XVIII uma barreira impávida do racionalismo. Desta maneira, temos aqui uma ampla e difusa produção imagética, cuja a permanência de indicadores estéticos nos permite evocar uma estetização nestes trabalhos, a partir das imagens evocadas e ilustradas que nos remetem à conceitos abstratos e alegóricos dos textos, cuja a análise dos mesmos, nos permite inseri-los no âmbito da arte. O presente simpósio visa receber trabalhos que voltem-se para os aspectos estéticos (este termo entendido de forma ampla), presentes nos múltiplos trabalhos alquímicos, herméticos, cabalistas, rosacruzes e outros do gênero, que possuam um diálogo com o esoterismo ocidental. Afim de, que possamos perceber as contribuições epistemológicas para o campo do esoterismo na estetização.


Comunicações:

Fabio Mendia
Da Magia Cerimonial ao Caminho do Coração, numa visão de Fernando Pessoa
José Carlos de Abreu Amorim
A Concepção Harmônica da Luz da Natureza: o esoterismo e a estetização no Geheime Figuren der Rosenkreuzer aus dem 16 ten und 17 ten jahrhundert.
Suelma Moraes
A dialética entre o coração e a razão nos estudos de Adriano Graziotti e Claudio Lanzi para a compreensão da estetização da arte no século XXI
Manuel J. Gandra
Iconografia Da Alquimia Em Portugal
Manuel J. Gandra
O Tarot Em Portugal
Rocío Sola Jiménez
La poética de la Ciudad Sumergida en la obra de Alfred Kubin
João Segundo
Virgem Sophia: um trajeto estético e simbólico